O que é DAPP: dermatite alérgica

Ficar atento aos sintomas da Dermatite Alérgica, pode diminuir o sofrimento de seu animal de estimação.

A dermatite alérgica devido a picadas de pulgas (DAPP), é uma doença caracterizada por uma frequência muito alta na clínica veterinária.

É definido como, uma hipersensibilidade do paciente a muitas substâncias químicas presentes na saliva das pulgas.

Definição

Existem numerosas espécies de pulgas no ambiente, sendo as mais frequentes: Ctenocephalides Canis (pulga do cão) e Ctenocephalides Feliz (pulga do gato). Em geral, 95% do ciclo de vida da pulga, ocorrem no ambiente e apenas 5% no animal. O ciclo de vida do mesmo geralmente varia de 12 a 140 dias.

Uma vez que encontra a pulga, seu hospedeiro começa a se alimentar de seu sangue, reproduz entre 8 a 24 horas depois, e depois disso, a fêmea começa a botar ovos, podendo colocar entre 40 a 50 ovos por dia. A reprodução pode continuar por mais de 100 dias. Depois disso, as pulgas que iniciaram o ciclo reprodutivo, em geral, morrem dentro de 24 a 48 horas.

O DAPP pode ocorrer em animais de qualquer raça ou idade, mas geralmente a idade mais comum de início é entre 3 e 5 anos, e algumas raças como Setters, Labrador, Espanhol Breton, Fox Terrier, Pequinês e Chow Chow estão predispostas a sofrer desta doença. Um aspecto interessante é que os animais alérgicos com atopia ou alergia de inalação, ou seja, que mostram uma reação alérgica a determinados alérgenos ambientais (poeira, pólens, ácaros…), são mais propensos a ter uma ADPP que os animais têm nenhum outro tipo de alergia.

Características

O problema é caracterizado por um avermelhamento da pele (dermatite), em que o animal apresenta um arranhão intenso, ocorrendo geralmente de forma sazonal. Em numerosas ocasiões pode formar lesões secundárias produzidas por arranhões, mordedura ou lambedura, tais como alopecia, escoriações, crostas e infecções bacterianas e em casos mais crónicas, espessamento da pele (liquefação) e mudança de coloração pele (hiperpigmentação).

Os locais mais comuns são: a região tóraco-lombar, base da área de cauda e parte interna da coxa, e lesões ao redor dos olhos e ouvidos, causando infecções de ouvido. 

Tratamento

O diagnóstico de DAPP baseia-se na anamnese (pedir os proprietários), em achados clínicos no exame físico (tipo e localização das lesões) e na presença de pulgas ou fezes de pulgas, que indica que o animal foi exposto ao antígeno.

O tratamento consiste basicamente em: impedir possíveis infecções cutâneas, eliminar a coceira e, sobretudo, eliminar as pulgas presentes no animal ou no habitat.

Para fazer isto, é preciso estabelecer um protocolo para banhos regulares com um shampoo terapêutico, terapia com antibióticos, a administração de tratamento (comprimido, pulverizar o local) para erradicar as pulgas e seus ovos, a administração de drogas para eliminar o comichão.

Ele não cicatriza em poucos dias e, acima de tudo, você tem que estar ciente de realizar corretamente o tratamento e de realizar as revisões apropriadas estabelecidas pelo veterinário.

Portanto, seu animal apresentando quaisquer sinais ou lesões descritas acima, entre em contato com a Clínica Veterinária Da Vinci. Onde você encontra veterinários capacitados, para cuidar do seu pet!

Visite nosso site: http://www.veterinariadavinci.com.br

Ou ligue:  (41) 3016-2606   (41) 99663-0331

Traga seu pet para a Veterinária Da Vinci, Clínica Veterinária 24 horas em Curitiba.

Vacinas, banho e tosa, castração. Plantão 24 horas para emergências veterinárias, com cirurgia em cães e gatos e internamento para cães e gatos com acompanhamento.

Fone: (41) 3016-2606

Rua Tapajós, 260, Curitiba/PR

Temos Leva e Traz.


Se preferir, entre em contato conosco pelo formulário abaixo: