Doenças cardíacas em cães

É essencial realizar consultas regulares com o veterinário a fim de prevenir doenças cardíacas e outras doenças em seu cão.

Você tem o hábito de levar o seu melhor amigo ao veterinário regularmente ou isso ocorre apenas quando ele fica doente? É essencial realizar uma consulta veterinária com regularidade, para fazer exames e prevenir a ocorrência de muitas doenças, inclusive as cardíacas. O coração dos cães tem uma estrutura similar à dos humanos e as doenças cardíacas estão se tornando bastante comuns.

A evolução da doença cardíaca é lenta e aparece normalmente em razão da idade, entretanto, também pode ser hereditária ou congênita e, também, adquirida por picadas de insetos contaminados com um parasita que se instala no coração.

Tipos mais comuns

A doença cardíaca mais comum nos cães é a Degeneração da Válvula Mitral, válvula que separa o átrio do ventrículo esquerdo. Quando o coração se contrai, ela se fecha para que o sangue possa circular na direção correta. Quando o funcionamento está comprometido, os folhetos dessa válvula ficam espessos e distorcidos, por isso, o sangue pode seguir um caminho errado. A condição atinge cães de raças como Caniche, Yorkshire Terrier, entre outros.

Outro distúrbio frequente é a Cardiomiopatia Dilatada, que atinge o músculo do coração e acomete cães de médio e grande porte, como, por exemplo, Dogue Alemão, Serra da Estrela e Doberman. A flacidez muscular do coração faz com que o fluxo sanguíneo enviado aos órgãos diminua, ocasionando diversos sintomas como tosse ou desmaios.

Além disso, picadas de insetos do gênero Culex, Anopheles e Aedes contaminados com o parasita Dirofilaria immitis – também conhecido como verme do coração – podem transmitir a Dirofilariose. Essa zoonose pode ocasionar uma série de sintomas como tosse, falta de ar, perda de peso e, como as larvas se instalam no coração, a evolução da doença tende a levar o animal a óbito por insuficiência cardíaca.

É fundamental realizar acompanhamento com o veterinário regularmente, para orientação sobre as formas de prevenção, incluindo a prescrição de vermífugo específico para a Dirofilariose e requisição de exames de sangue de rotina.

Como saber se o coração do seu cão está com problemas?

Geralmente, quando o músculo não está funcionando bem, os cães ficam muito cansados e abatidos, não sentem vontade de comer, emagrecem bastante e, como o corpo retém mais líquido, é comum ver o animal bebendo muita água. O cachorro também sente dificuldade de respirar e tem muita tosse.

O diagnóstico pode ser feito por meio de exames clínicos como a ausculta cardíaca e outros exames como radiografia torácica, ecocardiograma e eletrocardiograma. É imprescindível a orientação de um médico veterinário para indicar o melhor tratamento e fornecer as informações adequadas.

Clínica especializada

Mesmo que seu bichinho de estimação não apresente nenhum sintoma e, aparentemente, esteja bem de saúde, é essencial o acompanhamento do veterinário para prevenção. Conte com a Clínica Veterinária Da Vinci que oferece todo o suporte e esclarece as suas dúvidas. A clínica disponibiliza uma equipe altamente qualificada para receber seu pet, inclusive atendimento com Veterinário Cardiologista (com hora marcada) e, também, realização de exames cardiológicos. Como forma de prevenção, a Clínica Da Vinci disponibiliza o Pro Heart, medicamento que protege o seu melhor amigo da Dirofilariose por até 12 meses. Quer saber mais? Entre em contato pelo número 41 3016 2606 ou acesse o site: http://www.veterinariadavinci.com.br.

Traga seu pet para a Veterinária Da Vinci, Clínica Veterinária 24 horas em Curitiba.

Vacinas, banho e tosa, castração. Plantão 24 horas para emergências veterinárias, com cirurgia em cães e gatos e internamento para cães e gatos com acompanhamento.

Fone: (41) 3016-2606

Rua Tapajós, 260, Curitiba/PR

Temos Leva e Traz.


Se preferir, entre em contato conosco pelo formulário abaixo: