Como manter seu animal de estimação longe de pulgas e carrapatos

Sempre é melhor prevenir do que remediar, e isso também é verdade quando se trata de nossos queridos animais de estimação. É importante ter cuidado e atenção redobrados para que as pulgas e carrapatos não acabem se aproveitando e além de causar irritação e coceira, acabem também gerando problemas maiores para os animais de estimação. Por isso precisamos estar sempre bem informados, saber quais os sintomas mais comuns, saber que outros problemas mais graves essas criaturas minúsculas podem causar e como prevenir , além de ter também um profissional de confiança que possa nos auxiliar quando nossos Pets já estiverem com pulgas e carrapatos.

Problemas causados por pulgas e carrapatos

Tanto as pulgas quanto os carrapatos são parasitas que se prendem à pele do animal e se alimentam do seu sangue. Embora possam surgir em qualquer época é importante estar mais atento quando as temperaturas estão elevadas pois o ambiente é mais propício para eles. Além da coceira e irritação que esses parasitas causam na pele do animal existem outros problemas que podem ocasionar, como anemia (que pode ser fatal), reações de hipersensibilidade local e doenças graves tais como Babesiose canina (causa infecção dos glóbulos vermelhos e severa anemia), Erliquiose Canina, Dermatite alérgica e Verminoses.

A Hemoparasitose, também conhecida como "doença do carrapato", são doenças causadas por protozoários, helmintos ou bactérias, que atingem a corrente sanguínea, e são transmitidas pelo carrapato.

Sintomas comuns de pulgas e carrapatos

É sempre importante ficar alerta já que esses parasitas não são identificados tão facilmente. Observe sempre a sua casa e o ambiente em que os animais vivem, caso encontre um carrapato ou pulga andando por esses locais, verifique seu animal pois existe a possibilidade de que os parasitas também estejam nele. Alguns animais apresentam febre leve ou alta ao serem picados por carrapatos ou pulgas, e também falta de apetite e fraqueza, sintomas que podem durar um dia ou vários. Um sintoma muito comum de que seu animal está com pulgas ou carrapatos é a coceira constante e intensa, e também aparecimento de crostas na pele do animal. Agitar constantemente a cabeça pode indicar que algum parasita se alojou dentro do canal auditivo de seu animal. E a picada de um carrapato pode causa paralisia, geralmente nas patas traseiras, nesse caso procure um veterinário.

Como prevenir e manter pulgas e carrapatos longe do seu animal de estimação

Visto que esses parasitas não se limitam apenas ao seu animal de estimação, para mantê-los longe é necessário tomar precauções também em todo o ambiente onde os animais vivem, mantendo sempre o local limpo e higienizado, se houver grama na casa é importante dedetizar pelo menos 1 vez por mês. Constantemente verificar o animal para ter certeza que ele não está com parasitas, utilizar produtos antiparasitários (xampus, coleiras anti-pulgas, sprays, talcos, comprimidos) sempre recomendados por um veterinário de confiança.

Se perceber que seu animal já está com carrapatos e pulgas, é necessário fazer a remoção, mas deve-se proceder com cuidado, pois se não forem removidos corretamente podem causar infecção.

Procure ajuda de uma clínica veterinária com especialistas de confiança que podem fornecer auxílio de qualidade ao seu Pet, como a Clínica Veterinária Da Vinci, que conta com profissionais experientes e responsáveis, e tem atendimento 24 horas. Seu animal de estimação é muito importante, então sempre esteja atento e conte sempre com bons veterinários.

Visite nosso site: http://www.veterinariadavinci.com.br  ou ligue:(41) 3016-2606  e  (41) 99663-0331.

Traga seu pet para a Veterinária Da Vinci, Clínica Veterinária 24 horas em Curitiba.

Vacinas, banho e tosa, castração. Plantão 24 horas para emergências veterinárias, com cirurgia em cães e gatos e internamento para cães e gatos com acompanhamento.

Fone: (41) 3016-2606

Rua Tapajós, 260, Curitiba/PR

Temos Leva e Traz.


Se preferir, entre em contato conosco pelo formulário abaixo: